segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Menina de ouro

Por Tancredo Junior
O filme Menina de Ouro (Million Dollar Baby, EUA, 2004) conta a história de Maggie Fitzgerard, uma jovem que sonhava em se tornar uma grande lutadora de boxe e conquistar o título mundial da categoria. Interpretada pela atriz Hilary Swank, Maggie vai a busca de seus objetivos. Apesar de ser considerada "velha" pra ser lutadora de boxe, treina incansavelmente na academia de um veterano treinador, Frankie Dunn (Clint Eastwood), que reluta em aceitar treina-la, o que acaba fazendo, incentivado por seu amigo e assistente, Eddie (Morgan Freeman). Surgem as primeiras lutas, e Maggie vence uma após a outra, sempre no primeiro round! Imbatível. Viaja pelo mundo, conquista vários títulos, ganha dinheiro, consegue comprar uma casa para sua mãe. O sucesso é esplendoroso! Chega o dia da tão sonhada luta pelo título mundial. E é nessa luta que a vida de Maggie vai mudar de repente. Ao dar as costas à sua adversária, quando ganhava a luta, ela recebe um golpe certeiro, que a leva à lona. Ao cair, acidentalmente bate com o pescoço no banquinho que é colocado para descanso dos boxeadores nos intervalos da luta. Na queda, fratura o pescoço, lesando a coluna cervical completamente. A partir daí, Maggie perde todos os movimentos do corpo, passando dias infindáveis em um leito de hospital em estado vegetativo. Lastimável. Seu sofrimento é insuportável. Sua família a abandonou. Apenas o treinador e o assistente visitavam-na no hospital. Diante dessa situação, ela decide acabar com a própria vida, mordendo a língua várias vezes, para se sufocar com o próprio sangue. Decidida a acabar com seu sofrimento, ela pede ao amigo e treinador que desligue os aparelhos que lhe fornecem oxigênio e que a mantém viva. Hesitante, ele não concorda. Criara um sentimento de carinho por ela, dando-lhe o sugestivo codinome de “Mocushle” (minha querida).Até quando não agüenta mais vê-la sofrer. Injeta uma droga que provocaria a sua parada respiratória. É o fim. Maggie morre. Sozinha, abandonada pela família, e sem realizar o sonho de ser campeã mundial.

A promissora boxeadora conquistou a fama, o sucesso, a glória, dinheiro, fãs. Gostava de ouvir a multidão gritar seu nome euforicamente. Era tudo o que ela queria. Viveu a vida intensamente, como se o amanhã não importasse. Mas se esqueceu que há uma vida gloriosa e muito mais gratificante a ser conquistada. A vida eterna. A vida com Cristo, no paraíso, onde as ruas são de ouro, os muros são de jaspe e os rios de cristal. A menina de ouro perdeu o brilho da sua vida. Para sempre. A eternidade com Cristo está destinada para todos os que o amam e preservam em seus corações os Seus ensinamentos, as Suas palavras, e que preferem abdicar dos muitos prazeres deste mundo. Mas para quem rejeita a Cristo, valorizando mais as coisas terrenas, infelizmente terá como destino uma eternidade de sofrimento.E você, pode se ver na história dessa jovem lutadora, apenas preocupado em realizar seus sonhos?Como está sua vida com Deus, sua comunhão com Ele? Se fatalmente algo suceder a sua vida, estaria você preparado para se encontrar com o Pai? Até que ponto a busca desenfreada pelo sucesso profissional e realização pessoal pode nos afastar de Deus? Será que vale mesmo a pena corrermos atrás dos nossos sonhos sem pensarmos na vida após a morte, esquecendo-nos que temos uma vida espiritual que prestará contas das ações tomadas aqui? A Bíblia questiona sobre a validade do homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma. O próprio Cristo nos advertiu que devemos buscar em primeiro lugar as coisas que são de Deus, pois as demais nos serão acrescentadas. A nossa vida é perene, passageira. É como um vento que passa e pouco depois já não existe mais. Somos um sopro de vida, e esse fôlego pode se esvair de repente. Provérbios 16.2 diz: "Todos os caminhos do homem são inocentes aos seus olhos, mas o Senhor pesa os motivos." Pense nisso.

Um comentário:

Dona Roliça disse...

nossa. incrível.
vc não entendeu NADA do filme. vc só o está usando como pretexto pra pregar.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Sou um sujeito simples, nada excepcional - igual a você, ser humano, pensante. Gosto de viver a vida da melhor maneira possível e sem olhar para trás. Obrigado por visitar meu blog. Opine. Comente. Faça críticas. Exponha suas ideias.